Read on/ Lesen Sie English Deutsch

Ensaio 2016

  • Informações Detalhadas

    Informações Detalhadas

    Este projeto gerou uma gama de ensaios feitos na Beira Baixa. Se dedica em desvendar Terroirs específicos desta região ainda tão pouco explorada mas com enorme potencial.

    Todos os anos "ensaiamos" vinhos diferentes na nossa adega. Nem todos os ensaios se tornam um Ensaio. Mas quando estamos satisfeitos, engarrafamos e colocamos nossa arte. Assim a alma do resultado poder ser vista por fora e por dentro da garrafa.

    Em 2016 o Ensaio foi feito com as castas Touriga Nacional e Trincadeira. Uvas provenientes de uma vinha ao pé da Serra da Gardunha. O cultivo desta vinha segue métodos biológicos. A colheita foi manual e altamente seletiva.

    Baixar Ficha Técnica

  • Notas de Prova

    Notas de Prova

    Apresenta um ruby intenso.

    O vinho mostra aromas primários intensos. São eles cereja preta, amoras pretas silvestres e flor de laranjeira. Dado a maturação em barrica de carvalho usada os aromas secundários são presentes com as notas de coco e baunilha. Seguem notas de especiarias doces como cravo e nós moscada. O vinho mostra uma ótima integração entre os tons frutados dos aromas primários (uva) e as especiarias dos aromas secundários (madeira). Os aromas terciários que vêm do estágio em garrafa, ja começam a mostrar sua complexidade no nariz, com traços terra molhada e cogumelos.

    O vinho é intenso na boca e comprova as sensações do nariz. A gradução alcoólica é de 14 % vol. Ela está muito bem integrada. A boa acidez dá ao vinho uma sensação agradável de frescura. Encontramos complexidade de sabores e taninos macios de média-alta intensidade. Tudo revela um vinho encorpado. O desenvolvimento durante a degustação dá-nos a conhecer as facetas abrangentes deste vinho de grande presença e com um final de boca longo.

    Este vinho por si só, é uma bela companhia. Mas não fica nada chateado se for acompanhado com pratos como um Risotto de Cogumelos ou Carne Assada. Os taninos firmes e esta acidez equilibrada, permite-nos um elevado leque de oportunidades na harmonização.

  • Viticultura & Enologia

    Viticultura & Enologia

    Uva proveniente do pé da Serra da Gardunha. A vinha tem 9 hectares e nos deu uma produção de 6 toneladas por hectare. Esta colheita pequena nos traz uma concentração elevada na uva produzida. Aumenta componentes aromáticas e ácidos importantes. Aumenta em consequência o potencial qualitativo do resultado final.

    O solo é granítico. Nos dá mineralidade e gere uma acidez estruturada. Os taninos concentrados são potencializados e já sabemos que vamos ter mais tarde um ótimo estágio em garrafa.

    A vinha tem em 2016 uma idade de 15 anos.

    As uvas foram colhidas à mão com uma seleção minuciosa para garantir um máximo de saúde e assim de qualidade extrema. Isto aconteceu no início de Setembro 2016.

    As uvas foram vindimadas de manhã e processadas depois do almoço. Foram primeiro desengaçadas e a massa foi colocada numa dorna de 500 litros. Colocámos cerca de 5 % dos engaços de volta para dentro da dorna.

    A fermentação das massas começou com leveduras indígenas 2 dias depois da vindima. A dorna aberta nos permitiu "deitar a manta a baixo" três a quatro vezes por dia durante o período da fermentação. Este processo também é conhecido por punch down ou pigeage. Ele serve para manter a camada do topo molhada e para maximizar a extração de pigmentos de cor e de taninos. Preparando assim novamente um excelente potencial para um estágio prolongado em garrafa.

    As castas tintas Touriga Nacional e Trincadeira co-fermentaram com cerca de 5 % de Arinto. Reforçamos assim os aromas frutados deste vinho extraordinário. Após 5 dias todo o açúcar da uva ficou fermentado. Raramente tenho visto uma fermentação tão exemplar e suave.

    A maturação aconteceu numa barrica de carvalho francês que já tinha sido usada para vinho branco durante 5 anos. Ela nos garantiu uma micro-oxigenação do vinho sem marcar muito o vinho com notas de madeira. Assim preservamos as notas varietais e a elegância do resultado final.

    Durante o estágio em madeira, a barrica se encontrava no pátio dos meus pais em Perais, somente coberto por um terraço e protegido por uma parede para oeste. O vinho passou ali o inverno e os primeiros meses de calor intenso em 2017.

    O Ensaio foi engarrafado sem qualquer colagem ou filtração. O engarrafamento aconteceu em Maio de 2017. Foi feito à mão mesmo ao lado da barrica que nunca mais foi usada e serve agora como uma mesa de prova.

    Como todo o processo de fermentação, maturação e engarrafamento aconteceu no pátio dos meus queridos Pais, eles merecem uma grande parte do mérito para a produção deste vinho. Mesmo que eles se sintam orgulhosos pelo resultado final, estão contentes por ter recebido o seu pátio de volta.

Sobre o Rótulo

Um rótulo singular para um vinho único. O Nosso Ensaio mostra-se artístico e artesanal. Tanto por dentro como por fora. A história deste vinho conta-nos que alguns Ensaios são para ficar. Neste caso fica-nos na memória…

 

 

Chegámos à Beira Baixa! Finalmente, em 2016 fizemos com o Ensaio o nosso primeiro vinho da Beira Baixa. Uma região que sempre teve na nossa mente mas que demorou quase 7 anos até conseguirmos dar continuidade a uma viagem que começou no Douro, foi ao Minho e finalmente chegou na Beira Baixa.

 

Ensaio 2016 – Esgotado

As últimas garrafas do Ensaio 2016 já sairam da nossa adega e estão agora todas bebidas ou guardadas nas garrafeiras dos nossos clientes.

Fizemos o Ensaio 2018 mas ainda não foi lançado. Estamos a planear lançamento meados de 2021. Se quiser obter informações ou se quiser reservar para si, agradecemos que nos envie uma mensagem.

Se não quiser esperar, temos mais vinhos que podem ser do seu interesse. Também pode visitar as opções de compras ou ir diretamente para a nossa Loja Online.

error: Content is protected !!